08/04/2020 14h53 - Atualizado em 08/04/2020 15h33

Assistência Social auxiliará, por agendamento, pessoas com dificuldade para efetuar cadastro em auxílio emergencial


Assistência Social auxiliará, por agendamento, pessoas com dificuldade para efetuar cadastro em auxílio emergencial

A Administração Municipal de Pejuçara, através da Secretaria de Assistência Social e Centro de Referência em Assistência Social está orientando as pessoas que se enquadram nos requisitos exigidos para o auxílio emergencial de R$ 600,00 para fazê-lo acessando o link: www.auxilio.caixa.gov.br

Junto ao Cras os servidores responsáveis pela assistência social estarão a disposição, a partir de prévio agendamento, para fazer o auxílio na orientação de como fazer o cadastramento no sistema para aquelas pessoas usuárias que tem dificuldades para acessar o sistema disponibilizado pela Caixa Federal e que não tenham amigos ou familiares que possam auxiliá-los.

A Caixa Econômica Federal liberou o link de acesso à plataforma digital para cadastramento ao pleito do Auxílio Emergencial, no seguinte link: www.auxilio.caixa.gov.br. Também está disponível o aplicativo, para download: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

No entanto, a administração municipal de Pejuçara faz o alerta em relação à disseminação de “Fake News” e sites maliciosos, que buscam obter ilicitamente os dados dos usuários, em plataformas muito parecidas, mas que não são do Governo Federal, com sentido de lesar os beneficiários finais. Por essa razão, deve-se ter atenção com os links acima, que são oficiais para cadastramento e pleito ao benefício!

O cadastramento pelos meios acima é apenas para os usuários que não possuam Cadastro Único até 20/03/2020.

Veja vídeo e passo a passo no link:

https://www.pejucara.rs.gov.br/videos/confira_video_informativo_da_caixa_economica_federal_com

Como fazer:

O governo federal liberará a partir desta quinta-feira(9) o auxílio emergencial de R$ 600,00 aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados que foram afetados pela pandemia do novo Coronavírus - Covid-19. Um dos caminhos para receber o benefício é pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial.

O app foi desenvolvido pela Caixa Econômica Federal e está disponível para celulares com sistema operacional Android, do Google, e também para iOS, sistema operacional de aparelhos da Apple. Quem estiver usando celulares de qualquer marca, exceto iPhone, deve fazer a busca pelo aplicativo "Caixa Auxílio Emergencial" na Play Store. É muito importante conferir se existe a indicação de ser um aplicativo da Caixa Econômica Federal, pois existem apps não oficiais.

Assim que o download for concluído, abra o aplicativo na área de trabalho do celular para começar o cadastro. O primeiro passo é clicar no botão laranja "realizar sua adesão".

Em seguida, o aplicativo irá exibir uma série de condições que você precisa se enquadrar para ter direito ao auxílio emergencial: como ter mais de 18 anos, não ter emprego formal e ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo, de R$ 522,50, ou, no total, de até três salários mínimos R$ 3.135,00. No final da tela, toque nos dois quadradinhos brancos para declarar que leu as condições e autorizar o acesso aos dados pessoais. Em seguida, toque no botão laranja "tenho os requisitos, quero continuar".

O próximo passo é preencher um cadastro com nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe. Depois clique no botão laranja "continuar". Será necessário também informar o número de celular para o envio de um código de verificação. Inclua o número da linha e a operadora e toque no botão "continuar".

A tela seguinte será para incluir os dados de todos os membros da família que possuem CPF e moram com você. Por último, indique como você gostaria de receber o auxílio emergencial: em uma conta existente ou abrir uma conta. Use o mesmo aplicativo para acompanhar a solicitação.  Em de dúvidas, entre em contato com a central telefônica 111.

Os usuários de iPhone podem buscar pelo aplicativo na App Store e seguir os mesmos passos para realizar a solicitação do auxílio.

O benefício será repassado por três meses e será pago em dobro para mulheres chefes de família (R$ 1,2 mil). Segundo estimativas oficiais, serão pagos R$ 98 bilhões no período a aproximadamente 54 milhões de pessoas beneficiadas.

Edição: Antonio Brito 

Assessoria de Comunicação 

Texto adaptado fonte: R7.COM



Enviar por e-mail Imprimir